Gerenciamento de desempenho nas empresas


Cada dia que passa o ambiente de negócios se torna mais complexo, dinâmico e imprevisível. Empresas públicas sendo privatizadas e startups se beneficiando da redução dos custos de entrada no mercado e perturbando grandes empresas. Nesse sentido “Inovar e adaptar” é o novo mantra corporativo, e com razão. Organizações que não conseguem inovar e se adaptar simplesmente não sobrevivem. Portanto é tempo de ver o conhecimento científico sair das instalações de pesquisa para se tornar uma realidade na era da indústria 4.0. CEOs, diretores de empresas, influenciadores e grandes nomes dos negócios pregam regularmente a importância de um gerenciamento eficaz de desempenho – o ato de se envolver com um funcionário para revisar seu empenho e o seu engajamento contínuo no local de trabalho. Esse processo combina a coleta de informações através do monitoramento da conclusão de metas, feedback e discussões. Analisando sucessos, pontos fortes, aprendendo com os erros e examinando o potencial de crescimento, as organizações podem aprimorar a atuação dos colaboradores tanto do ponto de vista individual ou grupal e eliminar problemas. Novas abordagens surgem a cada dia, o que inclui o uso da inteligência artificial nos negócios que vai desde melhorar o relacionamento das empresas com seus clientes até a gestão de equipes com o objetivo de acelerar os processos e criar mais tempo para o lado verdadeiramente humano do trabalho. Espera-se que o mercado global de software de engajamento de funcionários cresça de forma significativa nos próximos anos, pois essas ferramentas são capazes de avaliar o comportamento dos funcionários e monetizar o bom desempenho com recompensas e incentivos, auxiliando na tomada de decisão dos líderes de RH com a finalidade de descobrir o que pode estar afetando a produtividade de seus times ou aumentando o turnover. De acordo com o relatório da empresa americana Zion Market Research, o mercado global de software de engajamento de funcionários deve chegar a aproximadamente US$ 346 milhões até 2025, com uma CAGR de 13,5%. E isso pode ser atribuído à expansão do setor de tecnologia da informação e à crescente demanda por soluções de software para otimizar várias atividades de negócio nas corporações. No Brasil, a startup campineira Exemplaria Solutions foi a primeira a desenvolver uma inovação desse tipo no país. Trata-se do HIM (Human Intelligence Machine), solução que monitora em tempo real o nível de engajamento dos colaboradores, medindo e prevendo uma eventual insatisfação antes que isso ocorra. Pode–se concluir que, apesar de existirem vários processos, ferramentas e abordagens de gerenciamento de desempenho que podem adotadas para inspirar, monitorar e gerenciar funcionários, para que um sistema seja eficaz, é necessário o comprometimento e dedicação do departamento de recursos humanos, garantindo a eficácia na sua implantação e contribuindo com a visão estratégica dos gestores em seus papéis como líderes.


Carla Sampaio

15 visualizações

© 2016 by Exemplaria Solutions.

All trademarks belong to their respective owners.